Sejam bem-vindos ao mundo da viola caipira.

Esse espaço é para todos aqueles que amam a viola caipira.

Os primeiros passos para aprender a tocar um instrumento são sempre os mais difíceis,e os caminhos são muito longos e que exige bastante esforço.
E por isso,é muito importante contar com um bom material de apoio.

Eu estou aqui para contribuir com o crescimento da nossa *viola caipira*,trazendo algumas imformações que vai ajudar no aprendizado de todos os amantes da viola.

Aqui você vai encontrar tudo sobre teoria,tecnicas,ritmos,acordes,cifras e muito mais para você aprender a tocar viola de uma vez por todas.

O objetivo aqui é direcionar o estudo da *viola caipira*,aos iniciantes e iniciados,visando uma linguagem bem simples e direta,para desenvolver o conhecimento necessário (Teórico e pratico),para que desta forma,toquem sem muitas dificuldades.

Vou deixar bem claro que para ter um resultado satisfatório dependerá,única e exclusivamente,da sua dedicação e perseverança nos estudos.

Então vamos entrar no mundo da *viola caipira*.

19 de fev de 2009

Ritmo e compasso.

Podemos definir Ritmo, como sendo uma sucessão de movimentos,

Que se repetem continuamente.

Os ritmos se apóiam em acentuações denominadas “tempos”.


Os tempos podem ser contados de 2 em 2, de 3 em 3 ou de 4 em 4.

A cada tipo de contagem dá-se o nome de compasso, o qual será usado de acordo

Com o gênero da música.



Como contar os tempos.

Obs. Os tempos devem ser contados com a máxima igualdade, assim

Como os movimentos feitos pelos segundos de um relógio.

Ex: 1 2 3 4



Contagem de meio tempo.

Muitos dos ritmos exigem a contagem dos meios tempos, neste caso, acrescenta-se

Entre a contagem dos tempos normais a vogal (e), que será o meio tempo.

Ex: 1 e 2 e 3 e 4




18 de fev de 2009

Tabelas dos Acordes Maiores e Menores.


Aqui está uma tabela completa dos acordes já vistos aqui no blog.

Acordes Maiores


Acordes Menores.


Clic na Imagem para Ampliar...


16 de fev de 2009

Técnicas Básicas (Mão Direita)

Muitas pessoas (Músicos) logo associam o conceito de técnica a tocar com velocidade

Mas, porém, a técnica tem aspectos bem mais complexos do que pensamos, ela é um meio para que possamos expressar nossa música de forma clara.


Mas para termos uma boa técnica temos que ter:


- Domínio sobre a intensidade aplicada sobre os acordes e notas.


- Clareza na execução dos acordes, quanto nas passagens mais rápidas quanto lentas.


- Expressão de idéias (Tocar o que está pensando).


A técnica é um dos componentes requintado do ato de tocar, e deve ser aprimorados por nós músicos.


Mão direita.

A técnica da mão direita varia de violeiro para violeiro.


Posicionamento.

Para os movimentos dos dedos, a mão pode ser posicionada

De 2 formas: Posição frontal ou oblíqua.


Posição Oblíqua: Ela nós permite que tenhamos um som (aveludado), nessa

Técnica podemos ter uma variação de timbres.





Posição frontal: Aqui podemos ter um timbre mais (Ardido) e mais agressivo dado pelo

Ataque frontal do dedo.




Polegar

O toque do polegar pode ser feito com apoio,

(Tocamos a corda e apoiamos o polegar Na corda de baixo).



Podemos tocar sem apoio também,deixando o polegar Livre.




Cada toque tem uma sonoridade bem diferente.

Toque e pesquise, ache a sua melhor forma de tocar.


Independente do estilo que você toque, procure estudar (Tocar) com a mesma

Postura, pois o aprendizado é baseado na repetição de movimentos.


O desenvolvimento técnico será maior ao padronizarmos uma postura correta.

Por isso que sempre falo e repito:


Não toque de qualquer maneira, procure a melhor posição...





 
Viola Sem Fronteira -2.008- Todos os Direitos Reservados / Por W.Rweb